Instrumentos de Avaliação de Ensino Não Presencial

Tudo o que você precisa saber sobre as avaliações não presenciais das turmas de 6º a 9º Ano

Justificativa

 

Desde o dia 23 de março as escolas estão fechadas em virtude da pandemia do novo coronavírus, o Brasil, a maioria dos estados e o município de Taubaté decretaram estado de calamidade pública. A necessidade de isolamento social para evitar a proliferação deste vírus e preservar nossa saúde e bem estar coletivo se sobrepõe a tudo.

 

Portanto tivemos que rapidamente agir para manter nosso trabalho em prol da aprendizagem dos alunos.

 

Em consonância com as determinações do MEC a Escola Jardim das Nações decidiu manter seus alunos EFAF e EM em atividades de ensino e aprendizagem implantando um sistema de ensino não presencial, usando ferramentas que já utilizava e acrescentando novas, dando apoio pedagógico à equipe de professores, treinamento e capacitação as alunos e  escuta ativa e apoio às famílias.

 

Leandro Karnal, em entrevista dada ao Sistema Ari de Sá (SAS) semana passada  considerou que pela primeira vez os pais estão ajustando suas rotinas unindo: trabalho, família e escola.

Difícil equação, mas estamos todos , trabalhando para que passemos por esta crise diminuindo impactos emocionais e nos preparando para o retorno ao convívio social.

 

Nossos professores também são pais cujos filhos estão em casa ”passando embaixo da mesa” enquanto os mesmos gravam suas videoaulas...

Sobre avaliação:

 

Após 2 semanas de ensino não presencial precisamos pensar sobre avaliação neste novo formato. A avaliação da aprendizagem é um tema relevante no processo ensino-aprendizagem em educação a distância, e em especial, destaca-se na atualidade a avaliação formativa, aquela na qual a avaliação ocorre de forma contínua e processual.

É importante “considerar que a avaliação formativa tem por função fornecer um duplo feedback, ao aluno e ao professor, 

 

“Os momentos avaliativos devem ser diversificados e o progresso do aluno acompanhado pelo professor  para que não se descubra apenas em momentos finais que o aluno não aprendeu”.

Ganhos 

Estamos certos de que essa experiência de ensino não presencial resultará em muita aprendizagem, não apenas de conteúdos formais escolares, mas sim de relação e uso da tecnologia como ferramenta de trabalho e para aprender e a autonomia dos alunos. Os jovens usam a tecnologia para seu lazer, prazer, interação social, a escola tem trilhando caminhos para que seja reconhecida pelos jovens como meio e não como finalidade, esta crise oportuniza isso.

 

Como vamos avaliar neste cenário:

Para este momento fizemos um estudo, reuniões em equipe pedagógica e diretiva e organizamos a seguinte estrutura:

Instrumentos de avaliação

- Engajamento

Avaliação com ênfase no uso de procedimentos,  e indícios de construção de autonomia

Objetivo: Avaliar a participação dos alunos nas aulas online, analisando suas entradas na Plataforma Teams e no Portal SAS / Eureka plataforma adaptativa que gera um histórico dos alunos .

Como avaliaremos: Analisando as informações das ferramentas da plataforma Teams:  entradas dos alunos, acessos e tempo dedicados às aulas online e plataforma Eureka, os registros são minuciosos e geram relatórios. Vamos analisar a presença virtual e não o desempenho ou qualidade das interações.

Valor: 3,0

- Autoavaliação

Avaliação com ênfase no uso de metacognição, disciplina e indícios de construção de autonomia

Objetivo: Analisar e propor que os alunos pensem sobre sua própria aprendizagem, uma fenômeno complexo que em Educação chamamos de metacognição e cabe à escola ir ensinando os alunos a pensar sobre como aprendem.

Como avaliaremos: A partir das respostas dos alunos os professores analisarão evidências de aprendizagem de novas ferramentas, forma de estudar com mais autonomia e interação virtual com colegas.

Valor: 3,0

- Quizz

Questionário online de cada disciplina com tempo e condição para que façam com tranquilidade

Objetivo: Ter evidências de que o aluno compreendeu o que de verdade importa em cada conteúdo.

Como avaliaremos: Os professores elaborarão 8 questões de múltipla escolha contemplando os conteúdos principais e manterão um diálogo direto com os planos, ou seja, alunos que fizeram os planos e tiraram suas dúvidas e participaram das aulas online terão bom desempenho!

Valor: 4,0

 

 

- Cronograma

Semana de 06 a 09 de abril:

Semana Intermediária

Nesta semana os professores postarão apenas um checklist do que os alunos deveriam ter cumprido desde o início do isolamento ( semana de 16 de março) para que os alunos possam se autorregular e caso seja necessário completar e concluir durante a semana as atividades que porventura não cumpriu.

Os professores estarão nas aulas online para atender os alunos e  os ajudarem nas suas dúvidas e organização.os alunos que estiverem com todos os planos feitos entrarão na aula online darão um ok aos professores e terão a semana para estudar via planos feitos.

Não serão postados novos planos.

Semana de 14 a 17 de abril:

Semana de avaliação

Nesta semana serão veiculadas aos alunos os seguintes instrumentos:

- Formulário de autoavaliação - será postado no Onedrive para o aluno preencher e enviar - um único formulário terá questões para reflexão sobre todas as disciplinas.

- O aluno receberá as instruções para fazer o Quiz online (um Quiz de cada disciplina)

UNESCO_vetor.png
RNPI_NOVO_site.png

Material Didático

SAS-Sistema-Ari-de-Sá.png

UNIDADE TAUBATÉ | R. Benjamin Constant, 29/79, Jardim das Nações

(12) 2125-2900 e (12) 3624-7456 (Ensino Médio)

 

UNIDADE TREMEMBÉ Av. Marginal, 2.507, Caminho Novo

(12) 3672-1035

Prancheta_1_cópia.png
Prancheta_2_cópia.png
Prancheta_3_cópia.png

© 2020. Todos os direitos reservados ao grupo Jardim das Nações.