PENSAR NO PLANETA É PENSAR DIFERENTE

O Jardim + Verde simboliza a mudança de postura da Escola Jardim das Nações frente ao meio ambiente, para formar gerações que vivem na prática a sustentabilidade e o respeito ao planeta.
Mais do que aprender, nossas crianças e jovens vão experimentar de verdade. Não é da boca pra fora: o Jardim vive o que ensina.
Hoje, este é o Projeto que reúne todas as ações ambientais e de sustentabilidade da Escola, tanto na área pedagógica, quanto administrativa. Listamos algumas ações e seus impactos.

Para conhecer os projetos de cada segmento das unidades do Jardim clique em: UNIDADE I e UNIDADE II

Em setembro, a Escola Jardim das Nações reaproveitou e/ou reciclou 600 Kg de resíduos orgânicos e 1 Tonelada de resíduos recicláveis. Nesse ritmo, em um ano, serão mais de 19 Toneladas de resíduos que deixam de ser descartados em aterros sanitários.

Evitamos o corte de 24 árvores (só no último ano), passando o Guia mensal para uma versão on-line e deixando de produzir mais de 450.000 materiais impressos de divulgação.

O Jardim se antecipou à legislação e criou em 2016 um Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS), documento que norteia a aplicação de diversas diretrizes de sustentabilidade na escola. Decidimos, há dois anos, aplicar uma orientação da legislação federal, que não foi regulada pelo município e, portanto, não é obrigatória.

Definimos que todas as crianças da Educação Infantil e Fundamental I do Jardim utilizem uma caneca própria  ao invés de copos descartáveis, que causavam um grande impacto ao meio ambiente.

Temos Coleta Seletiva em toda a escola e, ao invés de aterros sanitários, os resíduos são reaproveitados, diminuindo a extração de recursos naturais, emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), produção de chorume, poluição do ar e contaminação do solo.

Já há alguns anos, temos Pontos de Entrega Voluntária (PEV) para descarte correto de resíduos eletrônicos, pilhas, baterias e óleo de cozinha. Além do Meio Ambiente, isso também beneficia a sociedade, aumentando empregos no setor.

Atualmente, desenvolvemos em todos os segmentos do Jardim - do Infantil ao Médio - projetos de educação ambiental, que seguem a legislação nacional para formação do “Ecocidadão”.

Todos os restos de alimentos da Escola são reaproveitados por criadores de animais. No momento, temos uma parceria com um criador de suínos e assim diminuímos a quantidade de Metano (CH4, gás de efeito estufa 20 vezes mais forte que o CO2) que seria emitida por aterros sanitários.

Construído em 2008, o prédio do CJN (Ensino Médio) possui um projeto arquitetônico moderno, com captação de água de chuva para uso nas descargas, evitando a captação de rios e lagos e o uso de água potável para esse fim.

A Escola Jardim das Nações passou a só utilizar o Cimento CPIII em obras e reformas, pois ele possui até 70% de material reciclado em sua composição, contribuindo para a diminuição de consumo e extração de matéria-prima.

A Escola Jardim das Nações dá preferência para dispositivos com baixo consumo de água; dessa forma, nossas bacias sanitárias e torneiras reduzem a demanda e ajudam na economia de água!

Estamos reduzindo drasticamente o uso de copos plásticos descartáveis, pois o líquido quente nesses copos libera substância que pode aumentar chance de mulheres desenvolverem câncer de mama ou útero e torna homens mais predispostos ao câncer de próstata, à infertilidade e à diminuição do número de espermatozoides.

O Jardim destina todos os resíduos de obras para uma Unidade Recicladora da cidade; assim, todos os restos de alvenaria, concreto, telha e tijolos são britados e utilizados novamente.

UNESCO_vetor.png
RNPI_NOVO_site.png

Material Didático

SAS-Sistema-Ari-de-Sá.png

UNIDADE TAUBATÉ | R. Benjamin Constant, 29/79, Jardim das Nações

(12) 2125-2900 e (12) 3624-7456 (Ensino Médio)

 

UNIDADE TREMEMBÉ Av. Marginal, 2.507, Caminho Novo

(12) 3672-1035

Prancheta_1_cópia.png
Prancheta_2_cópia.png
Prancheta_3_cópia.png

© 2019. Todos os direitos reservados ao grupo Jardim das Nações.